Uma ideia para a gestão do lixo nas grandes cidades

Apesar de a pesado dos garis no Río de Janeiro ter acabado, un problemático del lixo nas grandes cidades continúan inquanto não dermos a devida importância a este asumido tão present em nosso dia a dia. Uma boa ideia para melhorar a gestión de lixo vem de Nova Iorque.

Todos os anos, os nova-iorquinos produzem mais de 14 milhoes de toneladas de lixo, cuja maior parte se envía para aterros fora da cidade. Sin tanto, de acuerdo con com NYC.gov casi el 29% hace lixo gerado seria adequado para compostagem. ¿Cómo si pudiera resolver este desperdício?

A ideia veio do estudio Arquitectura actual que desenvolveu um conceito para desviar todo o material compostable da Big Apple em uma série de ilhas de compostagenscomo chamadas»Isla de compost“, Que seriam ilhas multifuncionais para serem colocados em cada um dos cinco distritos da cidade. O proyecto, chamado bucle verdepalanca os caminhões de lixo orgânico nas 10 estações de compostagem em vez de despejá-lo nos aterros sanitários.

O espaço na superior part desta estruturas, denominadas ilhas, pode ser used for constru ção of novos espaços green public, so if podría criar hortas urbanas and pequenas areas verdes. O projeto também aborda a questão do odor, ou melhor, do cheiro ruim que a ilha podría causar. Há varia opções para eliminar o mau cheiro. Temperatura, niveis de oxigênio y decomposição dos compostos que influenciam no odor, são coisas monitoráveis. A compostaje pode ser feita em um system fechado, para reduzir o cheiro, além disso, biofiltros podem ser used as uma forma eficaz of reduzir os odores no ar.

Por enquanto, porém, Green Loop está muito longe de se tornar realidade. En la siguiente fase hacer proyecto consiste na avaliação do public interest and na sua factible em termos de apoio financiero.

O projeto não tem ainda um orçamento definido. «Não go ser barato, pero cuando você considera que New York gasta más de US $ 300 milhões por año para levar o lixo por caminhão para o aterro, é possível que essas estruturas possam recompensar fast», explícito Evan Erlebacher y Andre Guimond, dois autores do projeto.

Reflexão que se aplicaria ainda mais se fossem considerados os custodios ambientales determina pela gestão hacer lixo nos aterradores.