Sushi na gravidez: verdades y mitos asociados

Consumir sushi na gravidez pode gerar alguma polémica e irá con certeza aperceber-se disso se começar a pesquisar. Una verdad es que este tipo de comida es objeto de culto en gran parte de la actualidad y es muy importante que, como madres grávidas, puedan comprender cómo os risos pueden estar asociados a su consumo durante una gestación.

Sushi do ponto de vista nutricional

Antes de mais, es importante contextualizar o tematizar y entender de facto en qué consiste esta iguaria. O sushi es una pradera de origen japonés, sendo nos dias de hoje bastante consumido também no ocidente.

Tradicionalmente, el sushi es una pradera de peixe y/o marisco fermentado e arroz, conservado com sal. Do ponto de vista nutricional, or sushi pode ser bastante interesante por não ter gordura adicionada e por ser rico em proteínavitaminas, minerales y ómega-3, apesar do seu theor considerável em hidratos de carbono, naturalmente no presenta arroz.

Actualmente, o sushi sofreu algumas alterações na sua forma de preparção, uma vez que o peixe fermentado deixou de ser utilizado, pasando a usar-se peixe cru. Después de esta alteración, surgiu ainda o chamado sushi de fusão, olas foram introduzidos dezenas de outros ingredientes, tais como frutas, queljo-creme, mayonesa o marmelada.

Ningún caso deste tipo de sushi, como características nutricionais positivas do sushi tradicional mantêm-se. No entanto, dependendo dos ingredientes adicionados, or theor de gordura pode Augmentar, assim como or valor energético deste prato.

Juntamente com o sushi, muitas outras variâncias são também habitualmente servidas, tais como sashimi, temaki, uramaki, kappamaki ou sushi caliente.

¿Cuáles son los riesgos asociados con el consumo de sushi?

O sushi é um prato que, por não ser cozinhado, pode ter alguns risos associados aos seu consumer, seja em grávidas ou nas pessoas em geral, tais como:

  • Reacciones alérgicas;
  • Contaminación por bacterias o parásitos, como Salmonella, Listeria monocytogenes UNED Anisakis simplex;
  • Posibilidad de preparar sushi con peixes venenosos.

No entanto, apesar de existir algum risco asociado a o consumo de la pradera, en su mayor parte no es alarmante, teniendo en cuenta que os restaurantes cumprem como regla de conservación y prepara deste tipo de comida.

Assim, es importante que compre sushi en el área local de su vecindario. Para siempre disso, é aconselhável comer o sushi juntamente con wasabi, um tempero japonês com poder antibacteriano.

Sushi na gravidez: ¿qué risco se consume?

Para além dos RISCOS asociados al consumo de sushi já referidos, que poderão semper interferir com o bem-estar da grávida, o sushi na gravidez puede implicar outros perigos que poderão colocar em risco o bem-estar do feto. A complicicação mais perjudicial para or feto que pode surgir is in Toxoplasmose.

Sushi y toxoplasmosa

Una toxoplasmosa debe ser valorizada cuidadosamente, uma vez que una gestante infetada podrá transmitir ao fetus através de la placenta y, uma vez infetado, este podrá desenvolver complicicações como malformações, baixo peso à nascença, parto prematuro o aborto espontáneo.

Como normas de segurança alimentar associadas to o consumo de peixe do mar recomendam que este seja cozinhado a una temperatura superior a 63ºC o congelado a temperaturas a partir de -20ºC.

No obstante, los restaurantes de comida japonesa procuran siempre servir peixe o maíz fresco, posiblemente, para considerar si pierde suficiente calidad durante el proceso de congelación, que com uma textura mais aguada.

A verdade é que, se o peixe for devidamente frozenado antes da preparção, or risco de Toxoplasmose desaparece, pois os oócitos do causer agent, or Toxoplasma gondiisão destruídos, Removal a possibilidade de contaminação, desaparecendo assim este perigo do sushi na gravidez.

Para além disso, o peixe não es portador natural del agente causante de la toxoplasmosa. Os oocitos de Toxoplasma gondii reproduzem-se apenas nas células que revistem o intestino dos gatos, encontrando-se então habitualmente nas fezes destes animais. Sin embargo, es importante considerar que el producto puede estar contaminado de diversas formas como agente causal de la Toxoplasmosa.

5 dicas para comer sushi na gravidez

Se está grávida e se comer sushi é um vício para si, então considerable estas 5 dicas, que resumem os cares a ter when consome this prato:

  1. Escolha um restaurante donde já tenha ido previamente y nunca tenha tido cualquier tipo de complicación;
  2. Procure saber a origem eo modo de preparção do peixe (especialmente si existe congelação prévia);
  3. Tenha em atenção a forma as or peixe is manuseado and os cuidados de higiene do restaurant that visit, or that mightá be mais easy uma vez that o sushi is used generalmente à vista dos clients;
  4. Acompañar o sushi con wasabi y/o gengibre;
  5. Limite o consumo de peixe selvagem nessa semana, para evitar o riesgo de aumento dos níveis de mercúrio.

Em suma…

Si souber que o peixe está devidamente congelado, previamente à sua preparção y que existen condiciones higieno-sanitarias adecuadas no restaurante que costuma frecuentar, então poderá matar o desejo de sushi.

No entanto, a maioria dos médicos acaba por desaconselhar o consumo de sushi na gravidez, uma vez que, por não conhecerem o tipo de producto utilizado, os métodos de preparación y as condições higieno-sanitárias dos locais que a grávida frecuentará, podem considerar mais prudente não arriscar.

Assim o ideal será aconselhar-se junto do seu obstetra ou médico de família acerca destas e de todas as outras escolhas alimentares.

Artigo publicado originalmente en marzo de 2019. Actualmente publicado en septiembre de 2022.