RJ: los chinos venden pastel de cachorro

El Ministerio Público del Trabajo (MPT), realizó una investigación que descubrió establecimiento What vende pasteis y salgados diversos con carne de cachorro. A lanchonete, situado en la Parada de Lucas, en la Zona Norte de la ciudad de Rio de Janeiropegava os animais nas ruas y os matava a pauladas nos fundos do comércio, y depois desmembrava and froze os restos dos bichinhos para rechear os alimentos.

Oh regalo de lanchonete, um chinês, primeiro alegou desconhecer a probabilidad de reducción de cachorrosmas depois recuou y dijo que sabia estar cometendo um delito em solo brasileño. A investigação teve início em 2013, when a lanchonete foi descoberta, mas somement agora as informações foram divulgación à imprensa. Ele dijo também que recollhia os animais nas ruas from Zona Norte.

Os trabalhos de investigação começaram para enchufe denuncias de trabalho escravo envolviendo jóvenes chinosdenúncia que se mostrou verdadeira when a policia descobriu varios Establecimientos con personas mantidas sobre el régimen de escravidão, y acharam também o crimen contra os cachorros sin juicio. O chinês tomado alegou que muitas lanchonetes chinesas pracam a mesma crueldade com cachorros en Río de Janeiro.

Ningún caso de escravidão Delaware chinos, jovens do país são atraes ao Brasil pela offer de trabalho com ganhos de dois mil reais por mês, mais moradia and alimentação por conta do empregador. Mas ao chegar no Rio de Janeiro, eram informados de que teriam de trabalhar por três anos sem receber nada para pagar os custos da viagem. Muitos trabalhavam por search of 18 hours por dia and ainda recebiam agresiones fisicas y queimaduras de cigarros.

Os dois fatos somados chocou procuradora Guadalupe Louro Couto se ajusta a seu relato: “Já vi muita coisa ruim, principalmente em trabalhos que realizai em fazendas do Mato Grosso. Mas o que encontrei naquela pastelería foi o pior de tudo. Para começar, havia uma cela, como si fuera uma cadeia, com grades y cadeado, monta dentro de lanchonete, olas o trabalhador ficava encarcelado. Além disso, ele convivia com o cheiro dos cachorros mortos, que ficavam ao lado dele. Eu não aguentei. Cuando escuche o cheiro, comecei a passar mal e pedi para sair do estabelecimento. Ao abrimos como caixas de isopor, vimos os cachorros frozenados. Ficamos perplejos. Foram varios de los crímenes cometidos ali». – lamento a la procuradora.

Comer animais domésticos es una costumbre na China que debido a muita estranheza, para dizer o mínimo, nas culturas ocidentais. Tanto es que un Animal Asia, no ano passado, fez uma campanha para intentar mudar ese disfraz, inclusive usando fotos con niños y seus animais de estimação sendo comidos por hashis imaginários. La idea era pasar la famosa frase usa pelos vegetarianos: “animais são amigos, não são comidas”. Todavia, uma coisa é chino comer cachorro en China y outra é cozinhar cachorro para os brasileiros comerem.

Olho nas pastelarias chinas y aproveche una noticia para pensar que você podia ter comido cachorro em lugar de vaca. Y que diferença faria? Você reconheceria uma mudança de sabor ???

Leia também: «Parem de comer cães e gatos»: el manifiesto de Animal Asia nas cidades from China

Fuente de la foto: imgkid.com