O menino de Nagasaki que carrega nas costas o irmãozinho dead

Uma foto que estrçalha o coração pois muestra uma criança que, após o bombardeio atômico de Nagasaki, en 1945, muerto carrega nas costas o irmãozinho, esperando pela sua cremação.

Una foto que remonta àquele momento, foi feita pela lente de Joe O’Donnell, fotógrafo y fotógrafo norteamericano que trabalhou como enviado ao Japão para a Agência de Informações dos Estados Unidos, para documentar os efeitos das duas bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki.

Uma imagem dura que o Papa Francisco distribuiu nos últimos dias aos jornalistas presents em seu voo para Santiago, no Chile, as um testemunho do «fruto da guerra» and as uma advertência contra novos conflitos:

«Tenho medo de uma nuclear war, no estamos limites», dicho o pontífice.

Aquela bomba atómica fue uma página de la historia a ser esquecida, así lo intentó o simplemente O’Donnell que, uma vez aterrissado na América, tentou apagar o horror de su mente. Mas o mundo tinha que saber o que aconteceu ali, começando propiamente de história dessa criança.

Em 1995, em uma entrevista à emissora japonesa Nhk TV, o fotógrafo norteamericano si sentiu obrigado a pedir desculpas aos japoneses y à todas como vítimas dos bombardeios.

Esta foto dramática feita em preto and branco, muestra uma dor composite y um silêncio que penetretra o coração.

Descalço, imóvel e esvaziado de sentimentos, a criança espera se despedir de seu irmãozinho, pela última vez.