O barulho das ruas literalmente enlouquece as pessoas

O intenso tráfego nas grandes cidades não está apenas relacionado con problemas de saúde, sobretudo doenças respiratórias, provocado por causa de péssima qualidade do ar. Além da poluição atmosférico, o tráfego gera contaminación del sonido. Os ruídos, além do estresse, podem causar demência.

Uma pesquisa publicado en la revista Lancet científica y difundido por pela BBC sugerimos que Pessoas que residem perto de areas movimentadas têm mais chances de desenvolver demência. Segundo a pesquisa, busque el 11% de los casos de personas que moram até 50 m de regiones barulhentas estão mais susceptibles a la degeneración cerebral.

Poluição y demência

A demência atinge casi 50 milhões de pessoas em todo o mundo. Ela afeta a memória ea capacidade mental, and as suas causas ainda não são totalmente conhecidas.

A indicação da pesquisa is plausível, mas precision ser aprofundada. Ela observou, no período entre 2001 y 2012, no Canadá, 243.611 casos de demência. Comparando los casos daqueles que moram até 50 m de grandes vías y aquellos que más distancias entre 50 m y 100 maquellos apresentaram 7% maior de risco de desenvolverem demência. Já os que moram a una distancia de entre 101 m y 200 m de lugares ruidosos tiveram o risco minimizado para solo 2%.

Un análise da distância de lugares ruidosos em que os participantes da pesquisa viviam foi levada em conta junto com outros fatores, tais como: pobreza, obesidade, instrução eo habit of fumar.

De acuerdo con Hong Chen, um dos autores do estudo: “o crescimento da população ea urbanização levaram muitas pessoas a morarem próximas de um local com trânsito intenso. Junto con o aumento de dos índices de demência, isso aponta para que mesmo um efeito modesto from exposição to vias próximas pode representar um risco à saúde público. Precisamos de mais pesquisas para estabelecer essa ligação y, en particular, os impacts de different aspectos do trânsito, as poluição e ruídos «.

Polución y Alzheimer

Esse não é o primeiro estudo que asocia poluição con doença degenerativa. Uma outra, realizada pela Universidade de Lancaster (Inglaterra), já havia analisado amostras do cérebro de corpos de pessoas que viveram e morreram na Cidade do Mexico, considerado uma das cidades mais poluídas do mundo. Como amostras, comparadas com o mesmo tecido coletado na cidade de Manchester (Inglaterra), conhecida por ser um polo industrial, apresentaram nanopartículas de um óxido de ferro chamado magnetita, que puede estar causando o acelerando doenças neurodegenerativas.

Lamentablemente, es uma triste realidade que atinge a todos nós, moradores de cidades, sejam elas grandes, sejam elas médias. A Organización Mundial de Salud (OMS) estima que, quase 1 em cada 4 do total de mortes globais, se ejecuta desde poluição, seja do ar, de água, do solo ou de exposición a productos químicos. Tanto la mudanças climáticas como la radiación ultravioleta responden por más de 100 doenças y lesões.

Há varias formas de problema combatiente o poluição, mas elas esbarram em grupos de interesses muito poderosos. Uma delas es o inversión en transporte público, que diminuiria or tráfego, a poluição eo barulho, já que menos veículos estariam nas ruas. Para isso, una sociedade especifica si conscientizar da importância do use do transport público y cobrar dos gobernados mais investimentos no setor.

Especialmente indicado para você:

IMAGENES CHOCANTES DE POLUIÇÃO NA CHINA

USP REVELA COMO O DESLOCAR-SE NAS CIDADES IMPACTA NA SAÚDE