Menino le dio un breve aviso a Obama al comunicarle una carta de su familia a garoto sírio

Vocês se lembram de uma fotoque viralizou no mundo todo, de um garotinho sirio com o rosto ensanguentado em uma hospital em Alepo? Pois um menino dos Estados Unidos, sensibilizado con una imagen, envía un documento al presidente Barack Obama comunicándole que su familia iría a recoger o menino da foto, Omran Daqneesh.

Alex, que mora em Nova York, mostrou compaixão y solidariedade em su tarjeta ao oferecer a Omran um abrigo em su casa. A carta de Alex diz: “Estimado presidente Obama, ¿usted cree que tengo miedo de una ambulancia en Síria? Você poderia buscá-lo and trazê-lo para a nossa casa… estaremos esperando por vocês with bandairas, flores and balões. Daremos ao menino uma família y ele será nosso irmão».

Nas redes sociais, a atitude de Alex também foi motive de consternação. Muitos comentaram que a la humanidad do menino não é encontrado em muitos adultos. Sobrou até para o candidato presidencial, Donald Trump. Uma mulher comentou: “Nenhum desses doces meninos, que são filhos de alguém, não são Skittles”, em referência a uma declaração de Donald Trump Jr., hijo del candidato republicano.

En sus cuentas sin Facebook, Obama comentó que “Todos deberíamos ser más como Alex. Imaginem como o mundo seria se fôssemos assim (como o menino). Imaginem o sufrimiento que podríamos aliviar e quantas vidas podríamos salvar.”. O post de Obama com o vídeo de Alex lendo a carta foi compartiendo más de 125 mil veces.

Na UN, Obama pediu às nações mais desenvolvidas más esfuerzos para ayudar a los refugiados de la guerra civil en Síria. Por parte de la EUA, foi feito um anúncio de que 10 mil sírios foram recibos pelo país, this ano, and em 2017 devem ser recebidos mais 110 mil.

Embora tenha elogia una actitud de Alex, todos nós sabemos que os Estados Unidos são os principais envolvidos na guerra da Síria. Mas ainda bem que no existe mundo personas como Alex, que ainda estão imunes à perversidade.

Estamos solidarios #ComOsRefugiados

Especialmente indicado para você:

CONVENIO FINANCIADO PELO BANCO MUNDIAL VAN GERAR 100 MIL EMPREGOS A REFUGIADOS