Mambo, oh elefante forçado a puxar um trenó, em plena nieve!

Diversão, se houver, ciertamente não é dele. Todos os dias no hay invierno riguroso alemão, o elefante Mambo es forçado a arrastar um tren en plena nieve, um habitat que não é dele e que não respeita o seu bem-estar, nem um pouco.

Nem especifica que se organiza un espectáculo macabro para un circo.

Imágenes que mais uma vez nos deixam de boca aberta diante da ignorância humana, foram publicadas por Basta de delfinarios nas redes sociales. Ningún vídeo se ve un elefante que, em vez de vivir en África quente, fue forzado a arrancar un tren en la ciudad de Reutlingen, no en da Alemanha para entrar como niños.

O circus que organiza o show é o Circo Weihnachtszirkus, que já fora antes noticiado como explorador de animais. As crianças riem felizes porque provevelmente não sabem que por trás de seu passeio, existe sofrimento escondido and maus tratos contra o paquiderme infeliz. Não há justificativa no entanto. Os pais é que deveriam ensinar seus filhos (os adultos de amanhã) que esses programas sequer deveriam existen.

“O circus is também isto: humilhação, coação, e ser forçado a sobreviver a temperaturas para as quais or nosso body não is estruturado, em contact com um chão of hard frost, snow and geada.

O animal, nascido para viver na Africa and na savana, se reduziu a um escravo no meio do gelo”, excreva Basta Delfinari.

And ainda esta semana no frio europeu, uma girafa, duas zebras and alguns camelos do circco Davide Orfei foram apreendidos pela polícia italiana florestal, porque estavam living sin asfalto gelado, sob um frio com temperaturas que chagaram em torno dos zero graus.

¡Chega de circo! ¡Chega de exploración animal! ¿Olhe para a pele do Mambo, seu corpo não está acostumado ao frio eo seu domador? Continuamente o cutuca com um gancho para fazê-lo andar. Nós precisamos realmente desse type de diversão?

Uma petição foi lançada para salvar o Mambo, se você quiser contribir, culo AQUI.

A veces interesa ler também:

O HORROR POR TRÁS DOS PINCÉIS PARA BARBA Y MAQUIAGEM: ANIMAIS ESPANCADOS

FLAMENCOS COMO ASAS CORTADAS. EM ARUBA, O HORROR EM NOMBRE DO SELFIE

O TRISTE MASACRE DOS CAVALOS-MARINHOS DO QUAL NINGUÉM FALA