Esporte não tem idade: Rio2016 tem atletas dos 13 aos 62 anos!

Os Jogos Olímpicos siempre marcan muitas diferencias: étnicas, culturais, de gênero y de gerações. Neste ano, un la edad promedio de los atletas es de 26 añosmas una diferencia de idade entre una atleta mais joven, una nadadora Gaurika Singh, de 13 anos, y una atleta mais velha, una amazona Julie Brougham, de 62, tiene 49 anos!

O que há em comum entre elas, além de serem mulheresé que ambas están compitiendo pela primeira vez em uma Olimpiada. En amazona, que compite en una categoría de entrenamiento individual, apesar dos seus mais de 50 anos de experiência no hipismo, só garantiu uma vaga para estes Jogos. Ela iniciou no esporte aos 7 anos, when ganhou or seu primeiro pônei, and conquistou muitos titles nacionais em his native land, in Nova Zelândia. Una trayectoria de jovem nadadora foi ainda mais dura. Ela es sobreviviente de un terremoto que matou mais de 8 mil personas y deixou mais de 35 mil desabrigadas, em 2015, no Nepal.

O hipismo es conhecido por ser uma modalidade esportiva de diferenças etárias. Nos Jogos de Pequim, en 2008, al atleta más joven del hipismo olímpico, a la brasileira Luiza Almeida, con apenas 16 años y más de velho, o al japonés Hiroshi Hokets, con 67 años. Aliás, ele só não está compitiendo este año porque seu cavalo sofreu uma lesão.

O encontro entre gerações siempre existiu na história das Olimpíadas. O atleta mais joven competiu em 1900 com apenas sete anos de idade. O menino francês Marcel Depaillé foi convocado às pressas para substituir um timoneiro holandês. Já entre os mais velhos, or campeão foi or sueco Oscar Swahn, que competiu na edição de 1920 na prova deiro ao veado, when tinha 72 anos of idade and ganhou a medalha de prata.

A história das atletas

Julie Brougham crece en Manawatu, na Nova Zelândia, en una familia que já practicva o hipismo. Ela compartilhou or seu primeiro pônei, Timmy, com a irmã. Aos 7 anos, Julie ganhou o seu primeiro pônei, Flash, when, então, começou a participar en competiciones infantiles em seu pais. Ela foi aconselhada por uma amigo a participar de uma prueba de entrenamiento, a la que ela acabou voy a. Un atleta no parou mais de crescer no esporte and começou a ganhar titles nacionais, até chegar to conquista uma vaga nas Olimpíadas 2016. Ela will be a terceira amazona representante of seu country to race nos Jogos Olympics.

Gaurika Singh Es uma das sobreviventes do terremoto o corredor, ano pasado, em Katmandú, no Nepal. Mesmo com a tragédia, a menina não desistiu de fazer a diferença. Ela começou a ajudar outras vítimas do terremoto. Ela conta que queria muito participar dos Jogos, mas não sabia se iria lograr por ser muito nova. Gaurika foi criada na Grã-Bretanha y, em Londres, começou a treinar natação. Mas una menina nunca esqueceu a su tierra natal, tanto que, aos 11 anos, participou pela primeira vez do Campeonato Nepalês. Foi when ela estava no país para competir que ocorreu o terremoto de 7,8 graus na escala Richter. Todas as suas premiações foram doadas para la reconstrucción de las escuelas atingidas por el terremoto.

Ciertamente, os países de origem das atletas sentim um grande orgulho dessas duas mulheres.

Especialmente indicado para você:

COM ¿QUÉ IDADE CRIANÇAS PODEM INICIAR UM ESPORTE?

MULHERES NAS OLIMPIADAS RIO 2016

OLIMPÍADAS DE INCLUYE: CONHEÇA A DELEGAÇÃO DOS REFUGIADOS

Fuentes: mdemulher, tribuna, uol

Fuente de la foto: A.RICARDO / Shutterstock.com