Em dez anos triplica or number de mortes por obesidade no Brasil

Segundo um levantamento hecho pelo Estadio Dados com base em informações do datossusem dez anos houve um 196% de crecimiento nos óbitos causados ​​​​directamente pela obesidade.

Em um período de dez anos o número de brasileños mortos por complicicações directamente relacionados à obesidade triple. em 2001, 808 obitos tiveram y obesidade como causa; em 2011 o número de óbitos subiu para 2.390. Os dados levam em considerção as mortes em que a obesidade aparece como uma das causas no atestado de óbito. Segundo especialistas, o número de vítimas indiretas da obesidade é ainda mayor se levarmos em considerção que o exceso de peso é fator de risco para diversos tipos de doenças como or diabetes, apneia do sono, insuficiência renal and vários tipos de câncer.

Para o Ministério da Saúde o aumentar das mortes é reflexo from “epidemia de obesidade”, um dos majores problemas que una saúde pública enfrenta hoy en día en el país. A perda dos bons habits; al adoção de alimentos industrializadosaltamente calóricos yo excesivo consumo de carne y alimentos semiprontos afetam cada vez más a saúde da população.

O último levantamiento monstruoso que más del 50% de los adultos brasileños por sobrepeso y pelo menos 17% de la población es obesa. Segundo especialistas, não é só a mudança de hábitos dos brasileiros que aumentou a mortalidade por obesidade. Para Marcio Mancini, jefe del Grupo de Obesidade y Síndrome Metabólica del Hospital das Clínicas de São Paulo, como políticas de prevención y tratamiento deben ser aprimoradas.

Ao se deparar com os recentes picos no number of sobrepeso and pessoas obesas, or Ministério da Saúde divulgar um Guia Alimentar, para enfatizar o bem-estar dos cidadãos and orientam sobre a importância de uma variada dieta; en moderação no uso de óleos, gorduras, sal y açúcar; Es importante evitar productos prontos y ultraprocesados ​​y valorizar la ingesta de alimentos variados y naturales.

Mas apesar da boa iniciamento do gobierno, es necesario aprimorar as medidas para combatir a obesidade no país. Segundo Mancini, a saúde pública não apresenta estrutura suficiente para o tratamiento de obesidade y há poucas medidas a fim de barrar or ganho de peso: «Não se faz prevenção em unidades básicas de saúde. Há o tratamento para diabetes, colesterol, hipertensão, mas pouco se faz para barrar or ganho de peso. Essa mesma preocupação deveria existir nas escolas «, diz.

Cuanto mais jovem uma pessoa si se vuelve obeso, maiores são os risos de complicicações y muerte si não houver um tratamento adequado. Sem falar na sobrevida que a obesidade debido por tantos motivos, inclusive o preconceito. Nesse ponto, é muito mais fácil de evitar, nas crianças, o risco de desenvolverem a doença. Ás vezes es dificil falar não para as crianças que esperneiam querendo pirulitos, batatinhas y outras guloseimas. Mas elas são capaces de entender que certas coisas fazem bem e outras não. Enough ter disposição e paciência para o dialog mas, antes de tudo, or exemplo deve vir de casa!

Fuente de la foto: imagenesgratis.com