Descoberta a água mais antiga do planeta

Em 2013, pesquisadores canadenses acreditavam ter descoberto a água mais antiga do planeta, só que não. Ágora, uma nova descoberta levou à identificação de água ainda mais antigae no mesmo local.

O que aconteceu?

Pesquisadores de la Universidade de Toronto en 2013 tinham descoberto água con una búsqueda de 1,5 bilhões de anos en una mina canadiense. Agora, no mesmo lugar, os cientistas identifican una fuente de agua que é mais antiga ainda, no mínimo, 500 milhões de anos mais velha que a amostra anterior.

A pesquisa foi apresentada em reunion da Reunión de otoño de la Unión Geofísica Americana en San Francisco. Un equipo de investigación trabajó con una orientación de la profesora Barbara Sherwood Lollar e identificó una cantidad sustancial de agua.

Em 2013, en água mais antiga do mundo tinha sido descoberta pela primeira vez em uma mina de cobre, zinc and prata a cerca de 2.4 quilômetros de profundidade. A nova pesquisa identificou al agua mais antiga a una profundidad de 3 km, interior por mesma mina. De acuerdo con los testículos realizados, una “nova” água mais antiga do mundo teria busca 2 bilhões de anos.

A descoberta permite aos pesquisadores investigarem varios aspectos interesantes de la historia de nuestro planeta. Na água estão presenta vestigios de organismos que nela viveram. Nesta agua, há muito tiempo, já havia vida!

De acuerdo con los investigadores, estudar sítios hídricos antigos como neste case, podríaria nos ayudar a encontrar nuevas pistas sobre una posibilidad de tener vida em outras partes do solar system, por ejemplo nos oceanos sobre as luas glaciais de Júpiter and Saturno.

Especialmente indicado para você:

PROXIMA B, NOSSO VIZINHO ESTELAR HABITÁVEL

ESTUDO DESCOBRE ÁGUA ESCONDIDA NO SUBSOLO DESDE EL SUELO

CAUDA DE DINOSSAURO COM PENAS: UMA DESCOBERTA HISTÓRICA