Crianzas y redes sociales: iHeart, un arte de rua que faz refletir

Armado de spray y fantasía, um artista de rua em vancouver criou uma série de obras de arte callejero sob um aspecto particular de la cultura contemporánea: una media social and its relação com a geração futuraou seja, nossos filhos.

es chamada de iCorazón e seus grafites descrevem como as crianças interagem com o Facebook y o Twitter, fazendo selfies y brincando com seus smartphones ao escreverem hashtags, olhando fiduciações do Instagram y queixando-se de correções automatics.

Com uma tecnica que lembra Banksy – a utilização de cores and elementos gráficos marcados pela interneção entre los espacios positivos y negativos – iHeart conta a história de uma cultura obcecada pelas mídias sociais e pelo efeito óbvio e inevititável que isso terá sobre as crianças.

Os grafitos hacer artista canadiense têm aparecido por toda a cidade, and nos convida a reflexionar sobre o cuanto somos dependientes das midias y como redes sociales estão afetando nossas vidas de uma forma negativa.

Com todas as vantagens, e não são poucas, que existen nouso das mídias e redes sociais, es preciso establecer um limite, como em todas as coisas da vida. Principalmente às crianças, sob pena de uma possível y verdadeira extinción de la conversación y das relaçōes sociais físicas.

Leia também: Redes sociais: ¿cuánto bem-estar proporcionam?

Fuente de la foto: iheartthestreetart.com