Contra or Coronavírus, só a ciência salva: UFPR produz gratis álcool gel para or SUS

O desmonte à ciência y às universidades públicas tem sido um projeto dos últimos gobernadores brasileiros.

Nos últimos tres años, os cortes sistemáticos aos projetos realizados dentro de das universidades y de centros de pesquisa renomados estão deixando cada vez mais evidente o quão desastrosos foram e estão sendo essas medidas.

todo o imaginário de deslegitimação de propria ciência já não sigue a manter-se de pé. Se há algo que una pandemia do novo coronavírus fortalece el discurso científico ea necessidade de se investir em ciência.

Recientemente, o el gobierno federal, a través de la Coordinación de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), órgão vinculado al Ministério da Educação, editou uma Portaria que, prácticamente, esfacela los programas de pós-graduação do país, inclusive, excelência de consider .

Mas é graças aos recursos empregados nesses programas que os pesquisadores realizanm estudos que changes a life of all nós.

A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por ejemplo, es producido con 70% de alcohol glicérico para distribución gratuita a hospitais and postos de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) no Paraná, além de instituições beneficentes que atendem pessoas do grupo de risco.

Baja disponibilidad, precios elevados

Seguido por informado pela propria UFPRun inicziale nacido no Laboratório de Espectrometria de Massas (LabFenn), no instalaciones de Jandaia do Sul, com o objetivo de oferecer uma alternativa a la baja disponibilidad del producto en el mercadoo que fez com que os precos do álcool em gel se elevassem.

Embora o produto não seja gelificado, ele pode ser usado para esterilização cirúrgica e para desinfetar como mãos. O LabFenn se produce buscando 500 litros de alcohol al 70% por día y la expectativa es que la producción alcance un mililitro diários la próxima semana.

A prioridade da distribuição tem sido, respetamente, hospitais, postos de saúde and instituições beneficentes que atendem pessoas consideras de risco. O El profesor Eduardo Meurer, pesquisador do Laboratório de Espectrometria de Massas de la UFPR, dijo que:

“O produto go ajudar a suprir uma demanda. O álcool em gel está em falta eo preço está alto. Una ideia es compensarlo necessidade momentânea ”.

O LabFenn está siguiendo a uma fórmula de la Organización Mundial de la Salud (OMS) para produzir or desinfetante, que é envasado e rotulado antes da distribuição. O laboratorio conta com contribuciones de comunidade e indústria local de Jandaia do Sul.

Ja o instalaciones por UFPR em Curitiba es producido por alcohol y gel através de un equipo de Farmacia Escola, em parceria com en Pró-reitoria de Administração (PRA) y en Reitoria. A finalidade dessa produção é superior a la demanda interna instalaciones.

“Es un impacto muito importante y relevante para una comunidade acadêmica. Isso contribuye para una segurança da interna comunidade de la UFPR”, comenta a la profesora Camila Costa, coordinadora de Farmácia Escola.

En la UFPR, cuando houve o surto de H1N1, também contribuiu directamente para una sociedade produciendo álcool em gel eo medicamento Tamiflu para una prefeitura de Curitiba.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=3658949760812853&set=a.216926525015211&type=3&theater

Não dá para contar com gobernadores que não investem em conhecimento. Defender o serviço público y os servidores públicos es sair em defesa da própria sociedade. Em situações emergenciais as a que estamos viviendo fica clara a importância de um Estado forte, que é aquele que tem fortalecidos os seus sistemas de serviços públicos e que investe em pesquisa científica.

A veces interesa ler também:

¿Tengo que lavar tudo? ¿Cuánto o cuánto tiempo permaneció el coronavírus en las superficies y las superficies?

Ansiedade por coronavírus: como enfrentar or medo and reduzir or estresse

Estudo sugiere que existen tipos sanguíneos mais solletíveis ao Coronavírus. ¿Qué tipo es o seu?