Conheça como menores tribos indígenas do país

Ao pensamos nos índios que ainda vivem pelo brasil, semper nos lembramos – até mesmo em outras materias já publicadas por nós – das violencias que sofrem y das dificultades que enfrentam, em relação à demarcación de terras e outros direitos basics, como um conjunto de povos da maior importância para a nossa cultura, and também como cidadãos brasileiros – algo que nossas rights insistem em fingir não ver: eles são mais donos desde el suelo que qualquer um de nós.

En todo caso, tiene algumas tribos que ainda resistem com poucos – ou pouquíssimos – miembros, à beira da extinção total.

Como menores tribos del país

Conheça agora então, as tribos com o menor número de componentesque ainda existem, no país.

4to lugar: Akuntsu

Localizados no estado de Rondonia, também são chamados de Akunt´su. Totalizamos 5 componentes – segundo dados Siasi / Sesai, 2012 – y falam o lengua de la familia lingüística tupari.

Actualmente, essas pessoas habitam próximo ao igarapé Omerê, afluente da margem esquerda do Corumbiara, rio do sudoeste de Rondônia. Un área de reserva ecológica da Funai, desde fines de la década de 1980.

3er lugar: Juma

Conhecida también como Yumaa tribo no está localizado en el estado amazonas y cuenta com 4 miembros – Segundo Luciana França, 2010 am Falantes de tupí-guaraní, fazem proviene de la familia lingüística kagwahiva. Para se ter uma ideia da relevância deste grupo, no século XVIII detinham entre 12 y 15 mil personas.

Na década de 1960, passaram a ser reduzidos a algumas dezenas and, em 2002, eran apenas 5.

2do lugar: Piripkura

Localizados en el noroeste del estado Mato Grosso, na região centro-oeste, eram considerados extintos há duas décadas; Até que, no ano de 2008 foram encontrados, por conta das gargalhadas que dão, ao contam histórias um para o outro. Sobreviveram a diversas masacres, por conta do avanço do homem branco para desmatar terras. Hoje, restam 3 indios, algo.

Você acha que não da para ser menor que os Piripkura? Aguarde, então o primeiro lugar.

1º lugar: O homem do buraco ou «O último de sua tribo»

Único sobreviviente de uma tribo que foi inteira massacrada por parte de fazendeiros, entre las décadas de 1970 y 1980, actualmente esse homem vive aislado em buracos que cava, no seio da floresta amazônica – esse “lar”, sirve tanto para se esconder, como para caçar.

Até os dias de hoje, o homem do buraco sufre como una violência. Nos últimos tempos, its cabana foi invadida and saqueada, by isso ele passou a se hider de forma mais constant. Em 2013 foi expedida mais uma ordem de proteção ao índio; fato esse que despertou a ira de latifundiários, que não sabem como expandir sus terras. O nombre ea idade dio índio são desconhecidos, até mesmo pelos próprios indígenas que vivem nos arredores da região.

Fuente: supervivenciainternacional.org