CE: Índios exigem vistoria em nova Reserva

Líderes indígenas foram até o Ministerio Público Federal de Cearácom o objetivo de relatar una serie de problemasademás de solicitar una investigación de obras que estão sendo feitas na Reserva Indigena que se chama Taba dos Anace. O projeto começou com a ideia de fazer o aprobación definitiva de 163 famílias da tribo anacépero una parte del territorio servirá de abrigo à Refinaria Premium II, desde Petrobras.

Los indígenas alegan que tal proyecto, que está enviando feito pela Construtora Batista Cavalcante, não está siguiendo un propuesta inicialou seja, ainclusão de escola y de posto de saúdeademás de sanidad basica. A terreno elevado y localização das casas foram também modificaciones, conforme a apontam os nativos, que também chamam a atenção para a fragilidade das construções.

A reunião no Ministério Público Federal reuniu lideranças da anacé e lhes foi finger que a Secretario de Infraestrutura do Ceará mantém técnicos que ficam responsáveis ​​pela fiscalização do process das obras y, com isso, concluem não haver nenhuma irregularidade.

O MPF agendou um encontro, em até 7 dias com a empresa responsável pela construção and a complete vistoria no local das obras da reserva indígena – a be made em 21 of janeiro de 2015. Líderes anacé se showaram confiantes com a decisão de vistoria.

Como obras da reserva indigena

A construção da reserva foi resultado de acuerdo firmado entre as comunidades indígenas, a Fundação Nacional do Índio (Funai), o MPFo gobierno estatal está en Petrobras.

De esta manera, todas las discusiones sobre la búsqueda de la desapropiación se iniciaron en el año 2010 y el término del compromiso para la construcción de la reserva para realizar algunos tres años después, en 2013.

Una empresa recebeu o tierra como doação por parte del gobierno, que paga R $ 15 milhões pela área. Já os recursos das obras da reserva, sin valor de R $ 13.752.248,23, serão obtidos através de convênio firmado com en Petrobras.

Una Refinaria Premium II

Una Refinaria Premium II, no Complexo Industrial y Portuário do Pecém, producirá óleo diesel, queroseno de aviación, nafta de petróleo, gas de cozinha, combustível para navio y coque. De acuerdo con las informaciones del estado, terá capacidad de procesamiento de 300 mil barriles por dia.

Contudo, sus obras deveriam ter sido concluídas em 2013mas or projeto de implantação da refinaria is sendo reanalisado no context do Plano de Negócios y Gestão da Petrobras, segundo a asesoria de imprensa de companhia. Una nueva previsión de inversión se definirá como posterior a la fase de licitações dos serviços de construção y montaje, cuando o proyecto se revalió económicamente, antes de su aprobación definitiva.

En Petrobras também esclareceu que as obras da Reserva indígena Taba dos Anacé são de responsabilidade do Government do Ceará, en cumplimiento del convênio realizado com en Petrobras, en noviembre de 2013.

Leia também: Índice de suicidio entre índios Guarani-kaiowá é até 12 veces mayor que a média nacional

Fuente de la foto: fotospublicas.com.br