Brasil no participa de un importante protocolo de biodiversidade

N / A 10ª Convención de las Naciones Unidas sobre Biodiversidad (COP-10)realizada en 2010, o Brasil se destacou por ter sido, junto con o Japão, a primeira nação a assinar o protocolo de nagoyaconhecido como regulação à utilização de recursos de biodiversidade. Inclusive, os nossos tão sofridos indios seriam alguns dos maiores beneficiados por tal medida.

o erro brasileiro

Contudo, estamos em 2014 eo Brasil – para usar uma referência, a recém-finalizada Copa do Mundo – chuta uma bola para fora, de frente para o gol: it loses a op fortunaidade de se inteirar das discusiones sobre esse theme.

O El Congreso Nacional no ratificó las propuestas contenidas en el Protocolo. Um dos balizadores do Protocolo era justamente o de que pelo menos 50, de um total de 92, países signatarios da CDB (Convención sobre Diversidad Biológica) tornassem a decisão válida, de modo a incorporar seus principios a suas legislações. Pois bem, isso – felizmente – ocorreu inside do prazo de dia 11 de julho, eo Brasil está de fora.

Segundo o el ecologista Marcio Astrinieso es Coordinador de la Campaña de la Amazonia de Greenpeace Brasil“Isso es un reflejo de la visión ambiental del gobierno actual [de Dilma Rousseff]que ao invés de ver no Meio Ambiente uma oportunidade, vê nele um empecilho ”.

Burocracia a brasileira

O proyecto de ella estava absolutamente parado desde… 2012, en Brasilia, y estava destinado a una comisión especial, que jamais existiu. ¿Es preciso decir que esta «inexistência» lleva nombre y sobrenombre? Trata-se de “glorious” Bancada Ruralista, que, entre outros feitos, teve a família de um de seus principais expoentes envolvida em denúncias de trabalho escravo na rural area.

Pontos polémicos

Tudo isso – it “ausência” de ações – if it must ao fato de or document ser, na verdade, um instrumento de proteção à exploração da biodiversidade pelo homem; em outras palavras: os recursos naturais do planeta estariam menos propensos a ser tão dilapidados. Como un destino suficientemente elocuente ejemplar, sujeto al pago propuesto de regalías aos detentores de conhecimento tradicional relacionado aos recursos naturais, ou seja, incluiria índios e comunidades ribeirinhas, por ejemplo. Nada mais que justo… para un país que também primasse pela isonomía, o que não é, em definitiva, o case do Brasil.

Outro ponto do Protocol prevê aumento sustancial áreas terrestres y marítimas que são protegidas; dio paso, os espaços terrestres que antes eran protegidos em somemente 10%

de sua extensión, prácticamente duplicariam (17%) y os marítimos diez veces (1% a 10%).

Consecuencias

O Brasil fue peça-chave dio juicio, já que concentra el 20% de los recursos naturales do planeta em seu territorio. Chagas como a biopirataria seriam bastante pursidas, bem como haveria um aumento de recursos para pesquisas científicas e populações nativas – que em geral são muy pobres.

O preço pela “comédia de erros” será o Brasil ficar de fora nas discusiones de la 12ª Conferência das Partes, a se realizó en el condado de Pyeongchang, na Coreia do Sul, entre el 6 y el 17 de octubre de 2014.

Fuente de la foto: imagenesgratis.com