Acuerdo aprovecha a fabricantes de refrigerantes para reducir un 20% las calorías

Una industria norteamericana de bebidas não-alcoolicas tomou uma decisão, visando una calidad de vida del consumidor, de acuerdo con la delegación a propria indústria, de exigir os refrigerantes fabricados no país fiquem 20% menos calóricos até o finales de 2014.

Medio camino

It determinesção surgiu na terça-feira, 23, em uma conferência da Fundación Clinton – Criada pelo ex presidente Bill Clinton. O precisamente, cuando no hay evento, declarou que refrigerantes oferecem RISCOS à saúde pela quantidade calórica que possuem, and ainda afirmou que, se houver uma reducción de 1/5 nas calorías destas bebidas, isso pode se return uma arma importante no combatir la obesidad.

Obrigações dos fabricantes de refrigerantes

As bebidas serão vendidas em embalagens de tamanho menor. Os fabricantes deverão também promover o consumo de agua y ainda oferecerem novas opções de refrigerantes com menos calorias.

Inclusive, como menos calóricas ganharão maior destaque na posição em que ficam nos superados. A ideia è fazer com que, estado mais à vista dos clientes, o consumo seja enlargdo.

Una de las principales ventajas que da el nuevo acuerdo con los grandes fabricantes es que si es algo voluntario de la propia industria, que vê a su propia responsabilidad no aumenta la obesidad. A conclusão do acordo foi conmemorada pelos responsáveis ​​pela Asociación Americana de Bebidas.

Pepsi, fantasma, Coca Y Duende são algumas das principais marcas a assumirem publicamente, o compromisso de tentarem deixar os seus produtos um pouco menos perjudiciales às pessoas.

Em nossa humilde opinião, trata-se de uma tentativa de alavancar as vendas depois do consumidor saber por A mais B que estas bebidas são péssimas, e as light and diet são um verdadeiro tiro que sai pela culatra.

Em vez disso, que tal rótulos con fotos chocantes sobre os malefícios destes e de outros alimentos? Existe quem já tenha pensado nisso.

Leia también:

É por isso que as bebidas lights podem engordar…

10 alimentos que é melhor não comprar