A poluição se debe a uma, em cada oito mortes

Novo alarma desde Organización Mundial de Salud relacionado polución: devido a nossa falta de cuidado com o meio environment, a poluição atmosférico causou a muerte prematura de 7 milhões de pessoas.

Em essência, dizem os especialistas da WHO, Considering-se todas as mortes (segundo dados obtenidos no ano de 2012), a poluição foi debido a la muerte de uma em cada oito pessoas! Um Problema que tem muitas facetas e implicações: as catástrofes naturales que causam pide 60.000 mortes por año; Consequências de seca y de falta de agua, que causam a morte de outros 2,2 milhões; ou, ao contrario, um levanta las chuvas nas regiões mais pobres, que contribui para a morte de 3.5 milhões de pessoas, and assim por diante.

A cambio climático está afetando a saúde de uma maneira muito significant em nível global, como confirmado pela OMS en primer lugar Conferencia Global sobre el Saúde eo Clima soy Genebra. Es necesario actuar como rapidez e de forma orientada, fazendo nuevas políticas, especialmente no setor da energia para levantar como melhorias que podrian salvar milhões de vidastodos os anos.

Al mismo tiempo, una ONU também si se pronuncia sobre o se contrata. Cristiana FigueresSecretaria-ejecutiva da Convenção-Quadro sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas, Ella dijo: «A medida que el mundo regresa-si mais quente y mais densamente povoado, y como demanda por alimentos, água e energía crece, esses impacta na saúde vai se espalhar exponencialmente, imposibilitando la capacidade de reposta dos setores de saúde e de reconstrucción de desastres».

En relación con esta situación, em que há uma urgência manifesta por parte de todas las nações para intervir, a UN já preparou o projeto de 127 pages sobre a Mudança Climática, cujo relatório final será presentado em outubro na Conferencia sobre el Climasoy Copenhague. Etapa intermediaria, mas uma das mais importantes, esta programada para se realizar em Nueva York em 23 de septiembre, cuando los líderes políticos, la sociedade civil, las empresas y los entes ligados a las finanzas, irán juntos, mais uma vez, questionar e intentar encontrar soluciones comunes.

Desta vez virá algo realmente concluyente ou será mais uma outra decepção?

Leia también: